O prefeito Roberto Cláudio e o governador do Estado do Ceará Camilo Santana anunciaram, nesta quarta-feira (20/05), em transmissão ao vivo pelas redes sociais, a continuidade dos decretos que determinam o isolamento social rígido para Fortaleza e medidas de isolamento para todo o Estado, com a inclusão de recomendações específicas para alguns municípios. O documento, que será publicado em Diário Oficial, terá validade a partir desta quinta-feira (21/05) até o próximo dia 31 de maio.

Clique e assista ao vídeo na íntegra

Na ocasião, os gestores apresentaram gráficos sobre o avanço da pandemia no Ceará e que mostram a tendência, nas últimas semanas, da estabilização do número de casos da Covid-19 na Capital. As representações apontam a redução de até 55% no fluxo de trânsito, de 80% da demanda do transporte público e a comparação direta destes com a diminuição da quantidade de casos e óbitos ocasionados pela doença.

Camilo Santana destacou que o Ceará é o estado brasileiro que mais realiza testes para a detecção da Covid-19, já contabilizando cerca de 75 mil. Além disso, enfatizou que o Ceará também abriu, no período de 60 dias, 1139 novos leitos, sendo 627 de UTI. Para o Governador, o período de isolamento foi essencial para que fosse possível realizar a ampliação da rede de saúde pública.

"O isolamento social mostra a importância do decreto anterior, de 12 dias, para o enfrentamento da Covid-19. A OMS e os especialistas têm mostrado que o isolamento social é essencial para reduzir a velocidade de transmissão e garantir a capacidade de ampliação do atendimento hospitalar, principalmente para os casos mais graves", afirmou Camilo Santana.

Conforme Roberto Cláudio, uma ação só se concretiza e tem efetividade quando é compreendida e apoiada pela população. "A gente entende que há desconfortos, impactos e consequências. Temos empatia com esse tipo de angústia e ansiedade que se gera, e estamos atentos para os efeitos econômicos que precisarão de uma política de retomada do Governo do Estado e da Prefeitura, mas nenhum outro valor ou prioridade pode estar à frente da proteção à vida", ressaltou.

Ainda de acordo com o Prefeito, apesar de nenhuma medida sozinha, conforme experiências internacionais, ser suficiente para enfrentar a pandemia, é o isolamento social a principal, a de melhor custo-benefício e a de maior alcance. O Gestor ressaltou que outras ações, como o aumento de leitos, a aquisição de equipamentos e o reforço do trabalho na saúde, também estão sendo fundamentais nesse período, mas continua sendo essencial que cada cidadão exerça os cuidados individuais, como usar máscara, realizar higienização e manter o distanciamento social.

"Iremos fortalecer a fiscalização para que o isolamento social rígido tenha aderência, pois maior será o efeito benéfico dele e mais rápido poderemos retomar a nossa rotina. Esse não é um problema que possa ser subestimado, é um dos mais graves desafios de saúde pública da história da epidemiologia do mundo. É preciso construir com a população essa união de esforços, deixar de lado diferenças de qualquer natureza para ter bom senso, consciência e compromisso com a vida humana, como cidadãos. Que a gente possa se integrar num grande esforço em defesa da vida humana", declarou.